quinta-feira, abril 26, 2007


MONOMOTORES


"Mamãe me pediu pra cortar o cabelo,disse que não vai dar em nada essa vida de rockeiro.Meu filho eu já mandei voçê fazer natação,desse jeito voçê vai ter um cânçer no pulmão."



A Monomotores, é uma banda autêntica, que faz um som que não tem nada de diferente do bom e velho rock and roll, um som direto, simples e com uma energia que não era vista há algum tempo nas bandas atuais. Conversei um pouco com o baixista André Phenix, sobre a banda e os planos atuais.



1. Como foi o processo de gravação do novo EP?
Estávamos muito agoniados pra saber como é gravar no Mr. Mouse. Desde a época da Johnny Hooker, nosso objetivo quanto à confecção de um cd era gravar lá. Então, quando saiu o resultado do microfonia, não tivemos dúvidas de nada. Já sabíamos o que queríamos, mas Leo e William sempre achavam algo pra melhorar e acabaram produzindo o EP também.


2. Vocês tocavam em outra banda, a Johnny Hooker. Como surgiu a idéia de montar a Monomotores?
Com o fim da Johnny Hooker, só tínhamos uma certeza: iríamos continuar tocando juntos. Chegamos a pensar em vários vocalistas, antes mesmo de compor a primeira música. Pensamos em influências e etc. Até que resolvemos entrar num estúdio com Marcos como vocalista temporário e deu tão certo que o deixamos.

3. Ao falar em influências, qual a primeira banda que você pensa?
Talvez, porque eu esteja ouvindo muito, penso em Ave Sangria. Mas, eu sei que não tem muita coisa diretamente ligada. A identidade da banda sempre foi algo em movimento. Marcos quer sempre fazer algo mais AC/DC, muito riffado e às vezes um tanto quanto brega, Finha busca as coisas por um lado mais bluseiro, só que mais distorcido e agressivo, Nil já não é tão fã desse blues e acaba fazendo linhas de bateria totalmente modernas, dando uma contrastada e Gustavo está sempre aberto a experimentalismos.



4. "Bota um terno, tira esse Allstar. Bota um terno, e vai trabalhar".
Viver de música no Brasil já é difícil, em Pernambuco é pior ainda. Todos trabalham ou esperam viver exclusivamente de música futuramente?
Nem todos da banda trabalham, mas todos têm noção do que é viver de música no Brasil. Finha e Marcos fazem engenharia civil. Nil faz publicidade e eu faço jornalismo.
A única pessoa que vive de música é o tecladista, Gustavo, que dá aulas.
Essa música é mais uma brincadeira que acontece com qualquer adolescente quando começa a gostar de rock. Ou não, tem mãe que até acha bonitinho! Heehhehehe!




5. A repercussão do show no abril pro rock foi das melhores. Vocês já
devem ter falado bastante sobre isso, mas será que era possível descrever mais uma vez como foi tocar no APR?

A banda estava um pouco preocupada. Afinal de contas, tocar num domingo e ser a segunda banda, não é algo muito animador. Mas, por conta de alguns atrasos na passagem de som, o show acabou sendo um pouco mais tarde, contribuindo para que houvesse um maior público. Enfim, fizemos o show como planejado e o público reagiu de forma bastante satisfatória. To parecendo jogador de futebol falando.



6. E depois do abril rolou algum convite legal de show? Alguma possível turnê?
Sempre tinha um bêbado no camarim nos convidando pra alguma coisa. hehehehe!
Quanto a essa história de viajar, é algo que estamos correndo atrás, fechando alguns lugares. O único convite oficial é do PMW festival, lá no Tocantins, em Julho.




7. Como funcionam as coisas na Monomotores? Quem escreve? Quem toma mais cana? Quem é o galã? E quem é chato?
Bom, o processo de composição de letras e base musical se dá geralmente com Marcos, Finha, eu e um amigão nosso, baixista da Johnny Hooker, o Guga.
Sem dúvida o que toma mais cana é Marcos, mas é muito comum encontrar Finha bêbado pelo meio da rua. hehehehhehe!
O galã, sem dúvida é Finha. Pelo seu charme, elegância e carisma no palco, e o cargo de chato muda toda semana.




8. E pra você como anda a cena Rocker independente no recife?
Sofrendo de paumolecência. Mas, na transição do ano passado para esse, tiveram coisas que ajudaram no endurecimento. O CD/DVD da Vamoz, o cd do Mellotrons. E falando no Mellotrons, essa semana, li uma coisa fuderosa que Haymone falou na comunidade, quando algumas pessoas estavam comentando com “preocupação” sobre os comentários de Ariano Suassuna e algumas atitudes quanto à influências estrangeiras na música Pernambucana. Ele disse que sempre fez música aqui e nunca recebeu ajuda nem da prefeitura, nem do governo, então, pra que ficar preocupado com isso? A única coisa certa é que a cena Rocker não vai deixar de ser mais ou menos por conta do governo.


9. Rock, Duro ou mole?
Duro, muito duro!



10. Valeu. Agora deixa teu recado ai pra quem curte a monomotores e pra quem ainda não conhece.
Bom, pra quem curte, vamos tocar sábado com a banda Motor laranja na galeria Boullevard, em piedade, por trás do Contato e pra quem não conhece, baixe as músicas no tramavirtual( /monomotores) e se quiser sentir como somos ao vivo, leia acima.ehhehe!
A entrada é gratuita.




A monomotores é:
Gustavo Albuquerque - Teclado
André Phênix - Baixo
Nil Agra - Bateria
Raphael Claus - Guitarra
Marcos Lau - Guitarra/Voz


Links:
Tramavirtual
Fotolog

Contato:
(081) 3469-4988

SHOW:
Quem? Monomotores + Motor Laranja
Onde? Galeria Boullevard, Piedade, por trás do Contato
Quando? Sábado (28 de abril )
Quanto? De Grátis
Hora: 21 hrs

poplaranja - 9:21 da manhã
......................................................................................................................................

1 comentários

POPLARANJA É?
Juliana Orange. Estudante de música da UFPE. Toca nas bandas AMPSLINA e VOYEUR. Gosta de escrever sobre música e bandas e tirar fotos de shows.

Onde? Recife - PE


Contato Imediato


» Beba desse suco:

- AMPSLINA
- FOTOS POPLARANJA
- JUORANGE
- LUMO COLETIVO
- VOYEUR
- SWEET FANNY ADAMS


www.flickr.com
Este é um módulo do Flickr que mostra as fotos públicas de Pop Laranja. Faça o seu próprio módulo aqui.


» Laranjadas anteriores
Rock do Matuto
Entrevista fiddy
Fiddy
Fim das noites de frevo
The Evens
The Perfects
Pré-existência
A noite do desbunde
Abril pro rock 2007
Dia das Mulheres


Março 2007

Abril 2007

Maio 2007

Junho 2007

Julho 2007

Agosto 2007

Setembro 2007

Outubro 2007

Novembro 2007

Dezembro 2007

Janeiro 2008

Fevereiro 2008

Março 2008

Abril 2008

Maio 2008

Junho 2008

Julho 2008

Agosto 2008

Setembro 2008

Outubro 2008

Novembro 2008

Dezembro 2008

Janeiro 2009

Fevereiro 2009

Março 2009

Junho 2009


Contador de acesso e visitas
Restaurantes