terça-feira, maio 29, 2007



Tonys Juice

Rock + Grunge + Doçura + Peso + Leveza + Emoção + Melancolia + Inquietude + Calmaria + Agitação = Tonys Juice. Banda recifense que vem se destacando no cenário alternativo da cidade.

Não, definitivamente eu não estou rotulando a banda, apenas estou descrevendo a sensação ao ouvir suas músicas.

Escutar as músicas da Tonys Juice só me fazem perceber uma coisa: que eles tocam o que gostam, sem se preocupar em parecer uma banda regional ou muito menos uma banda que tenta a todo custo seguir parâmetros para alcançar a mídia.

Com influências variadas como: Bright Eyes, The Dissociatives, Led Zeppelin, Couldplay, Radiohead e Alice in Chains, só poderia soar uma banda de melodies legais e fortes.
Conversei com o Guitarrista Rogério Figueiredo sobre a banda e seus planos.

1. Pergunta básica de início de entrevista: quem deu esse nome pra banda e porque?
Bom, esse nome foi eu(rogério) que falei meio de brincadeira, um dia quando conversava com Thayo, sobre que nome dar a banda. O nome vem do estúdio onde ensaiávamos, o antigo Noisy, um dos donos se chama Tony, e embaixo do estúdio ele tinha uma lanchonete onde vendia sucos, sempre que acabava os ensaios a gente descia pra tomar o suco e comer algo, então quando a banda estava precisando de um nome eu brinquei com Thayo e falei:”vamo por The Tony’s Juice” e ele gostou, logo depois ficou apenas Tonys Juice por causa da escrita e pronúncia mesmo.

2. Vocês tem 3 álbum gravados. Fale um pouco deles...
O primeiro deles foi gravado em 2004 com a banda ainda se definindo, esse disco tem apenas 3 músicas, Dream, Like a Hero e I Hate To Love You, tínhamos pouco mais de 1 mês de banda e apenas 3 ensaios feitos, nenhuma das músicas estavam prontas ainda e todas foram feitas na hora de gravar, letras, riffs, solos, baterias, praticamente tudo, a banda era eu(guitarra), Thayo(Vocal e Guitarra), Filipe(bateria) e Junior(baixo), é um disco mais cru, digamos assim.

O segundo chama-se Insomniac foi gravado em 2005 com a banda já formada, nesse disco o Junior não estava mais na banda, e entrou Sérgio na guitarra e Felipe Paulista no baixo, passamos a usar teclado, violão, duas guitarras, gaita, então foi um disco mais completo, ele tem 10 musicas, 9 próprias contanto com a regravação das 3 do primeiro disco, e mais uma versão da música Hunting High And Low, do Aha.

O terceiro disco a gente colocou apenas na internet, chama-se Get So Far, nesse a gente gravou mais 3 músicas novas onde acreditamos que a banda já esta mais madura, e as músicas mais trabalhadas.

3. Você acha que os espaços para bandas que seguem a linha alternativa como vocês são poucos aqui em Recife?

Acredito que haja pouco espaço pra todo tipo de rock feito aqui em recife. Não temos shows com boas estruturas, som, iluminação, técnico de som, raramente a gente vê um evento assim, mas não acho que as dificuldades sejam maiores pra bandas como a nossa, claro, tem o lance que a gente canta em inglês o que dificulta um pouco, mas no geral há pouco espaço pra todo mundo(rock), creio eu.

4. Já que você tocou no assunto. Você acha que existe preconceito por parte da mídia e do público de bandas brasileiras que cantam em inglês? Que temas são abordados nas letras da banda?
Por parte do público eu não percebo muito, pelo menos em todas as vezes que fizemos shows, e pra todas as pessoas que mostramos as músicas, tem sido ótima a aceitação, por parte da mídia eu já acredito que há sim, afinal eles querem vender né, e estamos no Brasil (onde a língua mais importante do pais, é o português rsrsrs piada pra quem já viu o família :P)Bom, os temas das letras são bem variados, uma letra fala de um sonho que Thayo teve, outra fala sobre amor, outra sobre estar entre a vida e a morte, é algo bem variado, mas são coisas que sentimos, ou passamos, e tentamos passar nas letras de uma forma mais subjetiva.

5. Vi que vocês tem vídeos no youtube de shows e da família Tonys Juice. Qual a importância da internet e da mídia especializada para a banda?
Bom, diría que a internet é nosso principal meio de divulgação e é de extrema importância pra nós, por causa dela já conseguimos coisas ótimas como entrar em um DVD Australiano, com duas músicas fazendo a trilha sonora, conseguimos mostrar as musicas pra muita gente de várias partes do mundo, recebemos e-mails de pessoas do Canadá, México, Croácia, Eua, Austrália, ficamos em 3° lugar geral no Download.com em número de músicas baixadas na nossa categoria, então pra gente, a internet é essencial.
Com youtube ficou bem mais fácil pra quem é de fora conhecer um pouco a banda, já que não podem ir aos shows, então a gente disponibiliza lá algumas coisas de shows e todos podem ver.
E o Família Tonys Juice surgiu meio que numa brincadeira também, quando falei que a gente podia fazer um Família MTV e colocar no youtube, mostrar um pouco mais da banda fora dos palcos e algo que não seja só MP3, então a namorada de um dos integrantes passou a filmar praticamente tudo, e ela faz a edição das imagens e põe no youtube.

6. Quais são os atuais e futuros projetos da banda?
Bom atualmente estamos compondo novas músicas e ensaiando, pretendemos fazer o máximo de shows possíveis e mostrar a banda pro máximo de gente possível.
Estamos com planos de gravar um clipe, mas ainda estamos pensando de que música fazer, temos planos também de gravar um novo disco, mais trabalhado e com uma produção, algo de qualidade mesmo, mas isso ainda será bem pra frente. Espero que aconteça.

7. Qual foi teu melhor show? E o pior?
Rsrsr, na verdade eu gosto de todos os shows, ruim ou bom, é sempre ótimo tocar, estar com a galera, fazer barulho, tomar uma cerva, aquele clima todo do show é massa..
Em termos de qualidade, o melhor foi o do Downtown, no evento Altas Distorções, foi muito bom mesmo, teve também o do Artplex(Rock Esta a Solta) que foi perfeito também.
Pior, pra mim não teve nenhum show ruim mesmo, porque sempre me divirto, mas em termos de estrutura foi um que fizemos na galeria Boulevard, uma das bandas não pode ir tocar e chamaram a gente de última hora, tivemos que acordar o vocalista pra tocar, ele chegou lá com cara de sono, Sérgio(guitarrista) tava sem a guitarra dele e tocou com a minha, eu toquei com uma outra minha que era um nojo, resumindo, foi um show meio ruim, mas como disse antes, pra mim foi massa rsrsr.

8. Quais elementos você quer e quais não quer em sua banda e em sua música?
Acho que não quero os maus elementos. hehehe foi uma piada.
Bom.. eu gostaria de usar coisas como samples, teclados, fazer um som q eu flutue, se é que me entende, algo que não se vê ou ouve muito por aqui, e não só guitarras e guitarras. Gosto da música que prende você, e não só faz você bater cabeça, então penso em agregar esse tipo de coisa na banda e nas músicas, fazer um disco que as pessoas parem pra ouvir em casa, e nos shows sintam a música, as melodias. Gosto disso.
A única coisa que não me agrada muito pensar é em deixar as influências influenciarem tanto na hora de compor, então é um elemento que eu não quero, não gosto quando uma banda soa como um cover, usa recursos demais que suas influências também usam, e acabam ficando parecidos demais.

9. O que você acha que há por trás de uma boa composição musical? Emoçao e música podem caminhar separadas?
Com certeza a sinceridade na hora de compor, você fazer algo acreditando que aquilo é algo que você gostaria de ouvir sabe? E não fazer pra agradar alguém, você vai lá e apenas faz, seja num momento bom ou ruim da tua vida, a música vai mostrar isso, então que seja sincero, não gosto de temas pra músicas, ou criar historinhas, prefiro coisas reais.
Eu creio que toda boa música, precisa de emoção e interpretação, não é só chegar e cantar sem sentir o que ta sendo cantando, sem saber o que ta sendo dito, acho que o público sente quando algo é sincero, acho que não da pra separar os dois não.

10. Pra finalizar, valeu!! e deixa tua mensagem final pra quem curte a banda.
Ééé, chegamos ao fim.. Bom Ju.. eu que agradeço a oportunidade, é uma honra ser entrevistado por você, aquela guria que cantava no redchords, que eu era mo fã uhehuehu.
E pra quem gosta da banda, pow.. brigado mesmo por gostar rsrs é estranho quando tu pensa que existem pessoas que gostam das tuas músicas ne? Mas é ótimo ao mesmo tempo, juro que quero viver disso rrsrsr, A gente faz o melhor que pode, e espero que essas músicas façam parte da vida de vocês, ou marquem alguma época delas. De verdade, agradeço a força de todos. E sim, quase esqueço.. estamos procurando um tecladista, então quem estiver interessado pode entrar em contato com a gente..

Tonys Juice é:
Thayo - Piano/Voz
Sergio - Guitarra
Rogerio - Guitarra
Fill - Bateria
Daniel - Baixo

Links:

Contatos:
Rogério: 081 88047442
Sérgio: 081 92545414


Rock...





poplaranja - 10:06 da manhã
......................................................................................................................................

5 comentários

POPLARANJA É?
Juliana Orange. Estudante de música da UFPE. Toca nas bandas AMPSLINA e VOYEUR. Gosta de escrever sobre música e bandas e tirar fotos de shows.

Onde? Recife - PE


Contato Imediato


» Beba desse suco:

- AMPSLINA
- FOTOS POPLARANJA
- JUORANGE
- LUMO COLETIVO
- VOYEUR
- SWEET FANNY ADAMS


www.flickr.com
Este é um módulo do Flickr que mostra as fotos públicas de Pop Laranja. Faça o seu próprio módulo aqui.


» Laranjadas anteriores
Brazilian Girls
Agenda
Entrevista Monomotores
Rock do Matuto
Entrevista fiddy
Fiddy
Fim das noites de frevo
The Evens
The Perfects
Pré-existência


Março 2007

Abril 2007

Maio 2007

Junho 2007

Julho 2007

Agosto 2007

Setembro 2007

Outubro 2007

Novembro 2007

Dezembro 2007

Janeiro 2008

Fevereiro 2008

Março 2008

Abril 2008

Maio 2008

Junho 2008

Julho 2008

Agosto 2008

Setembro 2008

Outubro 2008

Novembro 2008

Dezembro 2008

Janeiro 2009

Fevereiro 2009

Março 2009

Junho 2009


Contador de acesso e visitas
Restaurantes